Topo

Da maior vítima ao carrasco: Ceni reencontra Fábio e Robinho no Cruzeiro

Fábio sofreu sete gols de Rogério Ceni, seis deles pelo Cruzeiro e um quando defendia o Vasco - Alexandre Schneider/Getty Image
Fábio sofreu sete gols de Rogério Ceni, seis deles pelo Cruzeiro e um quando defendia o Vasco Imagem: Alexandre Schneider/Getty Image

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

12/08/2019 12h56

Jogador profissional até dezembro de 2015, Rogério Ceni vai se reencontrar com alguns adversários que marcaram sua carreira como goleiro. Agora no Cruzeiro, o ex-goleiro terá a oportunidade de treinar Fábio, sua maior vítima. Por outro lado, vai se reencontrar também com Robinho, meia que ficou marcado por fazer dois golaços em Ceni, quando ainda atuava no Palmeiras.

Seja de pênalti ou de falta, Rogério Ceni marcou 131 gols com a camisa do São Paulo. Sete deles foram marcados em cima de Fábio. O goleiro é a maior vítima do ídolo tricolor, sendo vazado em seis ocasiões pelo Cruzeiro e em uma quando ainda defendia o Vasco.

Mas Rogério Ceni também colecionou alguns algozes durante os 25 anos de carreira como goleiro. Um deles é Robinho, marcado por fazer dois golaços em Ceni. O primeiro deles aconteceu em 2015, na vitória de 3 a 0 do Palmeiras, encobrindo o goleiro com uma finalização pouco depois de passar do meio do campo. O segundo golaço de Robinho também aconteceu naquela temporada. Desta vez, o Palmeiras arrancou um empate dentro do Morumbi graças ao tento do meia, que foi feliz em mais um chute, agora de fora da área, mas novamente encobrindo o goleiro.

A chegada de Ceni está marcada para amanhã. O treinador já estará em Belo Horizonte no período da manhã, e será oficialmente apresentado durante a tarde, antes de comandar seu primeiro treinamento na Toca da Raposa. O contrato assinado será até dezembro de 2020, e o primeiro duelo de Ceni será já neste domingo, contra o Santos, líder do Brasileiro, no Mineirão.