Topo

Em reunião com Autuori, Peres e Sampaoli prometem não "externar problemas"

Técnico Jorge Sampaoli (e) posa para foto ao lado do presidente do Santos, José Carlos Peres (d), após assinar contrato com o clube - Divulgação/SantosFC
Técnico Jorge Sampaoli (e) posa para foto ao lado do presidente do Santos, José Carlos Peres (d), após assinar contrato com o clube Imagem: Divulgação/SantosFC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

13/08/2019 11h04

O técnico Jorge Sampaoli e o presidente José Carlos Peres se reuniram com o diretor de futebol Paulo Autuori ontem, em Santos, para se acertarem após os mais recentes "conflitos" e chegaram a uma conclusão: os dois prometeram não falar mais sobre determinados assuntos, como reforços e multa rescisória, via imprensa.

Enquanto o presidente santista ficou incomodado com as declarações do treinador em coletiva de imprensa com relação aos novos reforços contratados no mês passado, o argentino também não gostou nada de Peres ter externado o pedido do treinador para que a multa rescisória fosse retirada de seu contrato.

Sampaoli não recuou na pedida por reforços e segue querendo um volante para a vaga deixada por Jean Lucas, mas se comprometeu a não falar mais sobre o assunto via imprensa, mas sim internamente. A informação da reunião foi antecipada pela "Gazeta Esportiva".

O argentino havia deixado claro, em coletiva de imprensa, que as contratações de Lucas Venuto e Luan Peres foram pedidas pelo treinador em janeiro e não em julho. Sampaoli queria prioridade máxima no acerto com um volante para o elenco neste momento.

Peres, por outro lado, enfatizou durante a apresentação dos reforços que ambos foram pedidos de Sampaoli. Depois, após a derrota para o São Paulo por 3 a 2, foi questionado e confirmou que o treinador argentino havia pedido a remoção da multa rescisória de seu contrato.