Topo

Lucas Campos surge como xodó de Barroca em meio a busca por atacante

Lucas Campos sofreu o pênalti que deu a vitória do Botafogo sobre o Athletico-PR - Vitor Silva/Botafogo
Lucas Campos sofreu o pênalti que deu a vitória do Botafogo sobre o Athletico-PR Imagem: Vitor Silva/Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

13/08/2019 09h11

Em busca de opções para o setor ofensivo, após perder Erik para o futebol japonês e Biro Biro ser afastado devido a um problema cardíaco, o Botafogo, pelas mãos do técnico Eduardo Barroca, pode ter encontrado uma solução caseira e que, por pouco, não ficou longe de General Severiano. Lucas Campos, protagonista no lance do pênalti que deu a vitória alvinegra sobre o Athletico-PR, agradou o treinador, com quem já havia trabalho nas categorias de base, e pode surgir como novo xodó.

Nesta temporada, o jovem disputou o Campeonato Carioca pelo Nova Iguaçu e, depois, foi emprestado ao Atlético Tubarão, de Santa Catarina, quando entrou em campo em duas oportunidades pelo Estadual.

Em abril, passaria por um período de testes de um mês no Paraná - que teria, ao fim deste tempo, a opção de assinar com o jogador -, mas, à época, acabou retornando ao Botafogo antes do imaginado.

Após o triunfo sobre o Furacão - jogo em que o atacante entrou na vaga de Rodrigo Pimpão -, Barroca revelou que pediu o retorno de Lucas, que tem contrato até o fim do ano, e fez elogios.

"Lucas é um jogador que conheço muito bem, jogou comigo três anos na base. Tem muita velocidade, é jovem e promissor. Jogador joga muito na base, sempre foi protagonista, mas, no profissional, a competição é outra. Botafogo fez a coisa certa, botou ele para rodar. Quando voltei, pedi para ele voltar. Gosto dele, confio e tem muito a crescer. Entrou muito bem no jogo, já tinha entrado muito bem contra o CSA. Fico feliz", disse.

O próprio Lucas se mostrou satisfeito com o que apresentou e projetou o futuro no decorrer das rodadas.

"Esse jogo foi de amadurecimento para mim. Jogador novo, subindo da base há pouco tempo... Fui muito feliz em ter entrado nesse jogo. Agora, é continuar firme e tenho certeza de que terei outras oportunidades", avaliou.

Uso da base

Outro jovem que teve oportunidade na partida contra o Athletico-PR foi Kanu, a quem Barroca também fez ponderações positivas.

O treinador teve passagem pelo Sub-20 e Sub-23 do Alvinegro, tendo sido o comandante de algumas conquistas, como o Brasileiro Sub-20 - Kanu, inclusive, fez um dos gols no triunfo por 2 a 0 sobre o Corinthians, na final.

"Na hora que tomo as decisões, não penso se é da base ou não. Penso no que vai aproximar a vitória. Fico feliz que um processo que foi iniciado lá tem dado frutos esportivos e alguns até financeiros. Me encanta como o Kanu cresceu como homem. O peguei aqui ainda menino, virou homem, cresceu. Ganharam tudo. Brasileiro, Taça Guanabara, OPG, Carioca... Estão colhendo os frutos daquilo que plantaram, tendo oportunidades por méritos", apontou.