Topo

Pedro desfalca Fluminense por três semanas e se afasta novamente da seleção

Com nova lesão, Pedro desfalca o Flu e se afasta da seleção - Lucas Merçon/Fluminense
Com nova lesão, Pedro desfalca o Flu e se afasta da seleção Imagem: Lucas Merçon/Fluminense

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

13/08/2019 04h00

Pedro sofreu mais uma lesão e será desfalque do Fluminense por pelo menos três semanas. E, além de ficar de fora de importantes compromissos pelo Tricolor, o atacante vê o sonho de atuar pela seleção brasileira novamente distante.

O centroavante desfalcará o Flu nos confrontos contra o CSA, no próximo domingo (18), pelo Campeonato Brasileiro, e contra o Corinthians, pela Copa Sul-Americana, nos dias 22 e 29 de agosto. Em um cenário otimista, Pedro deve estar de volta no dia 2 de setembro, contra o Avaí. Mas a aposta realista no clube é de que o retorno seja contra o Fortaleza, no dia 7 de setembro.

Ainda que não tenham ligação com a grave contusão no joelho sofrida em agosto de 2018, quando vivia a melhor fase de sua carreira, as seguidas lesões musculares de Pedro o afastam de receber uma chance na seleção. Grande aposta de camisa 9 no país, o jogador chegou a ser convocado por Tite para amistosos em agosto do ano passado, mas uma contusão no joelho o distanciou da possibilidade de vestir a amarelinha.

O técnico da seleção nunca escondeu gostar do futebol de Pedro. Desde sua lesão, acompanha passo a passo a recuperação e o retorno aos campos. Por um pedido de Tite, André Jardine, técnico da seleção olímpica, convocou o centroavante para o Torneio de Toulon, onde o tricolor, ainda distante de sua melhor forma, deixou a competição sem marcar gols e com dores na coxa esquerda.

Na sexta-feira, o técnico convoca jogadores para os amistosos de início de setembro, contra Colômbia e Peru, nos dias 6 e 10, nos Estados Unidos. Tite ainda vê Pedro "retomando" o ritmo que lhe chamou a atenção. As lesões, entretanto, deixam o camisa 9 do Fluminense em compasso de espera.

A seleção volta a disputar amistosos em outubro e novembro, ainda sem adversários definidos. Para ser convocado novamente, Pedro precisará de uma sequência de jogos maior e, de preferência, balançando as redes com alguma frequência.