Topo

Futebol


Polícia abre investigação após morte de jogador em operação em Niterói

Dyogo Coutinho ia para um treino do América antes de ser baleado e morto no Rio de Janeiro - Reprodução/Globo
Dyogo Coutinho ia para um treino do América antes de ser baleado e morto no Rio de Janeiro Imagem: Reprodução/Globo

Beatriz Cesarini

Do UOL, em São Paulo

13/08/2019 13h56

A Polícia Civil do Rio de Janeiro instaurou um inquérito para investigar a morte do jovem Dyogo Coutinho, que atuava nas categorias de base do América. Ele foi baleado na porta de casa, na comunidade Grota do Surucucu, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, durante operação do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq).

Ainda de acordo com informações da Polícia Civil, diligências estão sendo realizadas, e investigações estão em andamento. Familiares já foram ouvidos, e policiais militares estão sendo chamados para prestarem depoimento.

Dyogo foi socorrido pelo avô, motorista de ônibus que passou pelo local e avistou o corpo do neto caído no chão. O adolescente chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu.

O jovem era jogador não federado do America e atuava em uma competição municipal em Duque de Caxias na categoria sub-17. Supervisores do clube e o treinador do time dele estiveram no local depois do ocorrido e também acompanharam o caso na Policlínica Regional do Largo da Batalha.

Mais Futebol