Topo

Esporte


PSG contesta valores e faz jogo duro em reunião com Barça por Neymar

Neymar em treino do Paris Saint-Germain - Philippe Wojazer/Reuters
Neymar em treino do Paris Saint-Germain Imagem: Philippe Wojazer/Reuters

João Henrique Marques

Colaboração para o UOL

13/08/2019 20h50

O Paris Saint-Germain já tem definido que vai conduzir a negociação com Barcelona para a venda de Neymar. A postura rígida do clube parisiense foi o que ditou o ritmo da reunião entre os clubes na tarde desta terça-feira (13), em Paris, na França. Segundo apurou o UOL Esporte, no jogo duro do PSG, os nomes envolvidos pelo Barça na operação, Phillipe Coutinho e Ivan Raktic, tiveram o valor de mercado rebaixados.

O PSG tem claro: Neymar não deixa o clube por menos de 222 milhões de euros, o preço investido na compra há dois anos. O Barcelona tenta alcançar o valor avaliando Coutinho e Raktic em uma soma acima de 150 milhões de euros. A intenção da diretoria catalã é a de não envolver dinheiro na transação. Só que para o PSG, o valor de ambos beira os 100 milhões de euros.

A postura inicial do PSG ainda demonstra que o acordo está longe. No entanto, ambos os clubes imaginam que a negociação apenas começou, tendo espaço para várias ofertas.

O Barcelona levou os nomes de Coutinho e Raktic ao PSG por já ter acerto com o empresário dos jogadores para incluí-los na negociação. O mesmo ainda não acontece com o lateral-direito português, Nelson Semedo, por exemplo, outro nome que empolga a diretoria do clube francês.

Na negociação desta terça-feira ficou claro para o Barcelona que o diretor esportivo do PSG, Leonardo, cumpre as ordens do dono do clube, o emir do Qatar, Tamim bin Hamad al-Thani. O temor era o de justamente ver uma postura irreversível quanto a avaliação de que Neymar ainda vale 222 milhões de euros.

Leonardo é quem trabalha impondo as condições do PSG na negociação. O dirigente já passou até mesmo a Neymar que existem exigências financeiras altas que dificultam um acordo com outro clube. O recado foi para que treinasse pelo PSG sem nenhuma expectativa de saída. Mesmo assim, o dirigente preferiu afastar o brasileiro dos jogos do PSG enquanto a negociação está em andamento.

O princípio oficial da negociação com o Barcelona deixou Neymar animado. O jogador tem definido que não atua mais pelo PSG, e quer a transferência para o clube catalão. O camisa 10 curtiu o dia de folga no PSG nesta terça-feira, no Algarve, em Portugal. A possibilidade de transação está aberta até o dia 2 de setembro, o dia final da janela internacional de transferência.

Mais Esporte