Marlon almeja títulos com o Fluminense e mira a Rio-2016

LANCE!

Rio de Janeiro (RJ)

Em 2015, o Fluminense começou a temporada em baixa, ao ser eliminado nas semifinais do Campeonato Carioca. Subiu de produção e chegou a brigar por uma vaga na Libertadores, via Brasileirão e Copa do Brasil. Mas acabou no modesto 13ª lugar no Campeonato Brasileiro, configurando-se como o lanterna do segundo turno. Alguns jogadores, entretanto, conseguiram se destacar. Caso do jovem Marlon. Ele acumulou boas atuações com a camisa tricolor e, agora, busca concretizar sonhos no clube e na Seleção Brasileira de base.

- Acho que 2016 vai ser um ano no qual eu tenho que estar mais focado ainda, vou ter que trabalhar dobrado para conquistar o meu espaço. Vai ser muito competitivo para mim e para todos os atletas que têm idade olímpica - disse, em entrevista à Rádio Brasil.

De fato, 2016 pode render uma medalha dourada para o Brasil no futebol dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. E, caso o time canarinho alcance o feito inédito, são grandes as chances de o atleta das Laranjeiras estar na festa anfitriã. O zagueiro foi nome certo nos amistosos da equipe comandada por Rogério Micale durante o ano. Porém, não é só com a camisa amarela que ele almeja o sucesso. Para Marlon, chegou o momento de faturar taças para o Tricolor.

- Pode esperar que, se Deus quiser, (o Fluminense) vai chegar nas finais, vai ser um time competitivo. E, no ano que vem, tem que conquistar títulos, não tem jeito. Espero que possamos chegar bem nais finais das competições e sair com os títulos - afirmou o zagueiro, que, sob a batuta do mesmo treinador, foi titular no time que ficou com o vice-campeonato do Mundial Sub-20 na Nova Zelândia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos