Jean fica no Fluminense ou vai embora? Futuro vira uma 'novela'

  • Nelson Perez/Fluminense FC

O que fazer com Jean? Isso é algo que, por enquanto, ninguém tem a resposta. O volante tem contrato com o Fluminense até 31 de dezembro de 2017, não quer permanecer nas Laranjeiras, mas isso está longe de ser o suficiente para convencer a diretoria tricolor.

O Fluminense só aceita conversar com Jean se for algo vantajoso para o clube. Afinal, o Tricolor só possui 10% dos direitos econômicos, contra 15% do atleta e 75% da Unimed, antiga patrocinadora. A diretoria tenta encontrar alternativas para lucrar com o negócio sem a participação da empresa médica.

Logo após o fim do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras demonstrou interesse no volante. O jogador, inclusive, realizou exames médicos no clube alviverde, mas o negócio não avançou. No início da semana foi a vez do Cruzeiro entrar em ação. Segundo o presidente do clube mineiro, Gilvan de Pinho Tavares, Jean estava bem adiantado, mas o Fluminense decidiu não liberar o jogador.

Agora entrou em ação o Atlético-MG. Ao LANCE!, o diretor do futebol do clube, Eduardo Maluf, despistou sobre uma possível negociação para o Galo contar com o volante.

"O Atlético-MG não comenta nenhum tipo de especulação. Na segunda-feira, nós apresentamos três jogadores mas, em nenhum momento, nos manifestamos publicamente sobre elas antes de chegarmos a um acordo", sentenciou.

Com a vida ainda completamente indefinida, Jean não viajou com a delegação para a pré-temporada em Orlando, nos Estados Unidos, exatamente para cuidar do seu futuro. Porém, em comunicado oficial, a diretoria do Fluminense avisou que o jogador, caso não seja emprestado ou vendido, seguirá normalmente para o país norte-americano e irá trabalhar com os demais companheiros do elenco tricolor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos