Dorival reforça desejo por zagueiro e ressalta confiança recuperada

  • Diego Padgurschi /Folhapress

Dorival Júnior perdeu um titular para 2016, Marquinhos Gabriel, mas teve um desejo atendido no ataque: a chegada de Paulinho, que estava no Flamengo. Porém, não é com o setor ofensivo que o técnico do Santos se preocupa, e sim com o defensivo. 

Sem David Braz, que tem uma lesão na coxa esquerda e deve perder o início do Paulistão, o comandante alvinegro ressaltou a importância de ter mais um zagueiro.

- Não teremos o David Braz neste início de temporada e isso complica a nossa situação. Mas vamos trabalhar para termos jogadores em condições e também buscarmos a recomposição da equipe para que tenhamos um grande ano - comentou na reapresentação da equipe. 

Na sexta-feira, o treinador terá uma reunião com o presidente Modesto Roma Júnior para tratar de reforços, principalmente para a zaga. Enquanto a diretoria sugere nomes de argentinos, o técnico do Peixe indicou Thiago Heleno (que foi para o Atlético-PR) e Gum, do Fluminense, que segue em negociação.

No momento, o Santos conta com Gustavo Henrique, Paulo Ricardo, e Jubal, que retornou de empréstimo do Avaí, para a posição.

A respeito do ano de 2016, Dorival se mostra otimista, prefere lembrar das coisas boas do ano passado e tirar lições da perda do título da Copa do Brasil para o Palmeiras.

- Sabemos e temos consciência de que 2015 foi um bom ano. O Santos recuperou aquela confiança que havia sido perdida, principalmente no início de temporada. Mostrou que tinha condições de brigar pela ponta dos campeonatos, por uma vaga na Libertadores. Não ter conseguido não tira o brilho dos jogadores, que fizeram um grande trabalho e nos dá a esperança de um grande 2016 - concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos