Americano afirma ter provas que Ronda é homem e abre processo

 

Ronda Rousey teve seu nome colocado em uma verdadeira bizarrice. A ex-campeã dos galos do UFC está em um processo formal no estado americano da Flórida, por uma pessoa que a acusa de ser homem. A pessoa com o nome G.B White pediu uma ordem de restrição da atleta alegando que ela representaria perigo para sua integridade física.

 

Em uma carta que foi divulgada pelo site "Bloody Elbow", ele afirma que Ronda é um homem, que usa esteroides e que tem provas disso. Além disso, ele diz de ter um vídeo em que a atleta apareceria tendo relações sexuais com o americano Jon Jones, ex-campeão dos meio-pesados.

 

O documento se tornou público na última quinta-feira e anexado ao ao processo no dia 4 de janeiro. Ainda não há uma posição oficial do Estado da Flórida sobre este caso e o andamento do mesmo.

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos