Buffon e Conte não votam na eleição da Bola de Ouro da Fifa

Os representantes da seleção italiana resolveram boicotar a eleição da Bola de Ouro da Fifa. O capitão Buffon e o técnico Antonio Conte deixaram o formulário em branco em protesto contra a ausência do goleiro na lista de pré-candidatos, anunciada em novembro de 2015.

De acordo com a imprensa esportiva do país, a ordem de não votar partiu da Federação Italiana de Futebol e foi acatada pelo comandante e pelo líder da Azzurra e da Juventus.

Entre os 59 pré-selecionados da Fifa, pulgados em novembro, estavam cinco goleiros: Neuer (Bayern de Munique), Casillas (Porto), Courtois (Cherlsea), Bravo (Barcelona) e Ospina (Arsenal).

Em 2015, Buffon conquistou o Campeonato Italiano, a Copa da Itália e foi vice-campeão na Liga dos Campeões da Europa.

Sem os votos da seleção italiana, Messi foi consagrado na segunda-feira passada como o melhor jogador do mundo pela quinta vez na carreira. Ele bateu Cristiano Ronaldo e Neymar na premiação da entidade máxima do futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos