Sem Luiz Adriano e Cerci, Milan deve ficar com jovem promessa

  • EFE/EPA/LUCA ZENNARO

As transferências quase concretizadas de Luiz Adriano para a China e Alessio Cerci para a Genoa devem abrir espaço para a volta de Stephan El Shaarawy ao Milan. O Faraó, que estava emprestado ao Monaco, foi devolvido ao Rossonero, que pode se ver 'obrigado' a reaproveitá-lo, conforme revelou o diretor executivo do clube, Adriano Galliani.

"Há um acordo entre o Milan e a equipe chinesa. Agora, ele tem de fazer os exames médicos e obter o visto. Se tudo se concretizar, é possível que El Shaarawy volte" comentou o cartola italiano.

Luiz Adriano foi a Londres na última quarta-feira para obter o visto chinês. Ele precisa passar por exames médicos para, enfim, assinar com o Jiangsu Sainty, que vai pagar 14 milhões de euros (R$ 61,2 milhões). Já Alessio Cerci será emprestado ao Genoa.

Com a saída da dupla, abre espaço para El Shaarawy. Ele foi emprestado ao Monaco no início da temporada e, se completasse 25 partidas, acionaria uma cláusula que obrigaria o time do Principado a comprá-lo em definitivo. O Faraó chegou a 24 e, sem querer pagar pelo jogador, os Monegascos avisaram que não mais contariam com ele no restante da temporada. O Milan aceitou recebê-lo de volta para tentar repassá-lo a outra equipe, o que não deverá mais acontecer.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos