Com desmanche, Tite vai armar 2 times nos EUA: "Todos sentimos as saídas"

O técnico Tite, enfim, quebrou o silêncio. Nesta quinta-feira (14), em Orlando, na Flórida, o treinador se pronunciou pela primeira vez na temporada e também pela primeira vez sobre o desmanche que o time campeão brasileiro sofreu.

O treinador adiantou ainda que vai aproveitar a Florida Cup para testar duas equipes em um mesmo jogo.

"Todas as situações de saídas de atletas não é questão só do técnico, é um conjunto do trabalho. Não foi vontade da direção, mas tem que olhar para as soluções e ter coragem para buscar a manutenção agora, porque vejo que isso é fundamental. Reconstruir é um desafio, e a montagem da equipe está aberta", afirmou Tite.

"Assim como o torcedor sentia a cada saída, eu também, o presidente também, é uma equipe de trabalho que por 'n' situações acaba se desfazendo. São algumas etapas, e a escala de equipe que estava no topo acaba retrocedendo e se reconstrói de novo. O futebol brasileiro, infelizmente, e o poder econômico, acaba gerando isso (desmanche)", acrescentou.

Apesar da debandada, sobretudo por conta do futebol do futebol chinês que levou Ralf, Renato Augusto e Jadson, o treinador mostrou bom humor e brincou:

"A China que vai para a China", disse, aos risos.

No primeiro jogo da temporada, diante do Atlético-MG, dia 17, pela Florida Cup, o treinador já avisou que usará dois times.

"Aqui, são situações diferentes para cada clube. Uns vão usar os jogos para entrosar, outros para adquirir ritmos. Vamos usar nesse primeiro jogo duas equipes, uma para os primeiros 45 minutos e outra nos outros 45 minutos para procurar uma montagem do time", afirmou.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos