Golfe: Quatro brasileiros chegam às finais do Latino-Americano

Quatro brasileiros chegaram às finais do Latin America Amateur Championship (LAAC), principal campeonato de golfe amador do continente. Disputarão as duas rodadas finais Daniel Ishii, Marcos Negrini, Herik Machado e Rohan Boettcher. As duas últimas rodadas acontecem sábado e domingo.

Ishii é o melhor posicionado, em 11º, com 144 tacadas (69/75). Negrini terminou a segunda rodada em 20º, com 145 (71/74), e Machado (73/75) e Boettcher (75/73), com 148, em 34º. André Tourinho e Pedro Nagayama não passaram o corte.

A liderança da competição está com o colombiano Nicolas Echavarria, com 137, seguido pelo argentino Alejandro Tosti, com 140, e pelo boliviano José Luis Montaño, com 141.

O torneio vale pontos para o ranking mundial e garante uma vaga no Mastes (um dos torneios do Grand Slam do golfe) para o campeão, desde que ele mantenha seu status de amador até lá, além de também ganhar vaga para o British Amateur e para o US Amateur, dois dos principais torneios amadores do mundo. Além disso, os dois primeiros colocados e empatados ganham o direito de disputar as seletivas finais do US Open e do British Open, que, junto com o Masters, são alguns dos mais importantes torneios do golfe profissional mundial.

O evento é organizado pelo Masters, R&A (que rege o golfe no mundo todo, com exceção dos EUA e México) e United States Golf Association (que rege o golfe nos EUA e México).

O chefe da equipe brasileira é Nico Barcellos, diretor técnico da CBG, e o chefe da delegação é Paulo Cezar Pacheco, presidente da entidade. Os atletas brasileiros viajam com apoio da CBG e do Comitê Olímpico do Brasil (COB), através de recursos da Lei Agnelo Piva.

O LAAC acontece no Teeth of the Dog, campo desenhado pelo lendário Pete Dye em La Romana, na República Dominicana.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos