Wendell Lira conta os bastidores da Bola de Ouro: 'Tantos astros, e eu lá!'

Wendell Lira chegou à premiação da Bola de Ouro da Fifa visando tirar fotos com seus ídolos. Saiu de lá atônito, não só levando as imagens, como também carregando em suas mãos o Prêmio Puskas e muita história para contar. Ao LANCE!, o jogador de 27 anos detalhou como foi estar em meio a tantos craques na maior festa do futebol mundial:

- Lá não tem como descrever... É um momento de riqueza, cheio de astros, vendo aquelas pessoas famosas. A parte inusitada é ver seu nome no meio.

O atacante ainda se emociona ao recordar alguns dos momentos que aconteceram após a pulgação de sua vitória:

- Quando fui premiado, o Neymar veio me cumprimentar, o Kaká, praticamente todos vieram me cumprimentar. Foi emocionante!

Questionado se o "concorrente" mais temido ao prêmio era o gol de Messi, pelo Barcelona, ou o de Florenzi, pela Roma, Wendell Lira não pestanejou:

- Messi. Sem dúvida, o Messi. Além de ele ter feito um golaço (diante do Athletic Bilbao), é o melhor jogador do mundo, consagrado, isso pesa muito.

Embora tenha superado Messi no Prêmio Puskas, o atacante nega que seu feito chegou ao ponto de ofuscar a festa em torno da Bola de Ouro que o argentino recebeu:

- Olha, fiquei feliz demais, mas não tem como comparar. O Messi é o melhor jogador do futebol mundial, foi cinco vezes vencedor da Bola de Ouro da Fifa. Eu fui o "azarão".

A modéstia de Wendell Lira prossegue ao ser questionado sobre uma possibilidade de lutar pelo bicampeonato no Prêmio Puskas, e ao falar sobre o gol marcado quando ainda atuava pelo Goianésia, na vitória por 2 a 1 do Azulão do Vale sobre o Atlético-GO. O jogador de 27 anos garante:

- Vou ficar mais preocupado pelos feitos que eu possa conseguir dentro de campo, e em tentar fazer meus gols de qualquer jeito, de costas, de cabeça... Nunca treinei aquela jogada, aquele lance do gol foi uma coisa que aconteceu na hora do jogo.

Fã declarado de videogame, o atacante ainda contou se o gol que ele marcou "na vida real" aconteceu em algum momento no qual estava no controle:

- Sou apaixonado por videogame, sempre fui. Neste período em que estive desempregado, joguei muito, mas nunca aconteceu de algum gol parecido com o meu acontecer.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos