CR7 admite que jogadores sentem mais empatia por Zidane

Após a goleada do Real Madrid por 5 a 1 sobre o Sporting Gijón neste domingo, a segunda boa vitória seguida depois da saída de Rafa Benítez, Cristiano Ronaldo admitiu que o time se sente melhor com o seu novo treinador, o francês Zinedine Zidane. O astro português disse que sempre fez o seu trabalho com seriedade com o espanhol, porém, elogiou a forma de trabalhar do ex-craque também dos Merengues.

- Zidane deu um empurrão na equipe. Sinceramente, com uns treinadores há mais empatia do que com outros. Como com os jogadores e as pessoas. Eu fiz o meu trabalho de forma natural com Benítez, fiz sério, pensando no melhor para o clube, independente da pessoa que comanda o time - disse Ronaldo à imprensa espanhola, garantindo que nunca houve problemas com Rafa:

- Nunca tive uma opinião ruim de Rafa, sempre fiz o melhor para o Real Madrid. Ele vê o futebol de uma forma distinta de Zizou. A verdade, não me pergunte o motivo, mas os jogadores sentem mais empatia por Zizou.

Cristiano Ronaldo fez questão de garantir que não só nunca houve problema com Rafa Benítez, como também garantiu que não houve um complô do time para derrubar o espanhol.

- Não, isso nunca. Na minha opinião, isso nunca acontece. Como disse antes, é uma questão de empatia, os jogadores não fazem esse tipo de coisa. Pelo menos eu não. Independente da empatia, tem que fazer o trabalho com seriedade.

Falando mais sobre a forma de trabalhar de Zidane, Ronaldo comparou o seu novo treinador com Carlo Ancelotti, antecessor de Rafa Benítez. O francês foi auxiliar-técnico do italiano na conquista da Liga dos Campeões.

- Sim, os treinamentos são parecidos. É uma pessoa tranquila, séria em seu trabalho, e fora de campo ele é pertido, entende os jogadores e estamos muito contentes. É um momento interessante - concluiu CR7.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos