Santos recusa oferta por Geuvânio e faz contraproposta a chineses

  • Ricardo Nogueira/Folhapress

Em uma reunião entre o presidente Modesto Roma Júnior e o Comitê de Gestão na tarde desta segunda-feira, o Santos decidiu recusar a oferta oficial de 11 milhões de euros (R$ 48 milhões) por Geuvânio, feita pelo Tianjing Quanjian, da China. O Alvinegro é dono de 35% dos direitos econômicos (renderia hoje cerca de R$ 17 milhões) do atleta - o clube quer reaver outros 35%, da Doyen, em briga que já vem desde o ano passado. O atacante e seu empresário detém 30%.

Por acreditar que o jogador está decidido a jogar na equipe de Vanderlei Luxemburgo, o Peixe aumentou a pedida e fez uma contraproposta aos chineses. O clube aguarda uma resposta nas próximas horas.

Dirigentes afirmam que a oferta salarial a Geuvânio é de R$ 1 milhão mensal e falam em "proposta irrecusável", assim como pessoas próximas ao atacante.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos