Fora! Por abandono de tratamento médico, Martinuccio sai da Ponte

Lance, em São Paulo

  • Nelson Perez/Fluminense FC

A tentativa de Martinuccio de retomar sua carreira com a camisa da Ponte Preta culminou em frustração nesta terça-feira (19). Exatos 20 dias após assinar contrato, o meia teve sua dispensa oficializada, segundo a Macaca, por abandonar o tratamento médico determinado pelo clube.

O jogador de 28 anos não atua desde o fim de 2014 devido a uma lesão nas tíbias. O médico da Ponte Preta, Roberto Nishimura, revelou que Martinuccio não aparece nas dependências do clube há uma semana:

"Oferecemos a ele o uso da estrutura do clube, e uma vez que ele se apresentasse apto e em níveis de qualidade aceitáveis, estaria tudo certo. No entanto, há uma semana, ele avisou informalmente um fisioterapeuta que iria procurar outra opinião e desde então não aparece no clube. É um direito dele, mas não abandonar o clube sem dar satisfações como ele fez".

Inicialmente, Martinuccio tinha contrato com a Ponte Preta apenas para a disputa do Paulistão. Porém, havia possibilidade de prorrogação do vínculo até o fim do ano. 

Nishimura detalhou a situação física com a qual o meia estava ao desembarcar no Moisés Lucarelli:

"Quando o Martinuccio chegou ao clube, nem completou a bateria de testes porque não conseguia correr. O problema que ele tinha de joelho era relativamente fácil de tratar, mas necessitava de tempo".

Em seguida, o médico revelou que a aprovação do contrato demandaria paciência:

"Com o que vimos, não tinha como aprovar para contrato, porque ele precisaria ainda fazer um tratamento para aliviar a dor e começar transição física, para depois treino, o que era até natural porque ele estava há sete meses sem entrar em campo".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos