ATUAÇÕES: Moisés estreia com gol e é o melhor em campo do Palmeiras

O Palmeiras começou 2016 com o pé direito, em terras uruguaias. Ainda com o físico longe do ideal, o Verdão apresentou-se de forma regular em Montevidéu e bateu o Libertad (PAR) por 2 a 0, com destaque para Erik e Moisés, que saíram do campo. O meio-campista foi o melhor em campo: Veja as notas:

PALMEIRAS

6,0

Fernando Prass

Praticamente não teve trabalho durante o jogo.

6,0

Lucas

Atuação segura: sem muito trabalho na defesa e correto na frente.

6,5

Edu Dracena

Fez uma boa estreia e ganhou a maioria das jogadas. Se complicou em um lance que recebeu um péssimo passe de Leandro Almeida.

5,5

Leandro Almeida

Não passa segurança. Errou o passe para Dracena.

6,0

Zé Roberto

Cobrou a falta para Moisés marcar o segundo gol.

6,0

Arouca

Correto na marcação e nas saídas de bola. Atuação discreta, mas não comprometeu no meio de campo.

6,5

Matheus Sales

Fez um bom jogo. Apareceu em todos os lados do campo e ajudou na transição ao ataque.

6,0

Robinho

Mais pelo lado direito, tentou as jogadas com os companheiros. Não conseguiu brilhar e decidir.

6,5

Dudu

Não teve muito sucesso nas jogadas inpiduais. Ajudou na criação e ainda acertou a trave no segundo tempo.

6,0

Gabriel Jesus

Também não conseguiu armar jogadas perigosas. Foi substituído após sentir uma pancada.

6,0

Alecsandro

Não faltou esforço: correu, tentou abrir espaços e marcou a saída de bola adversária. Mas não teve chances de finalizar e foi substituído.

7,0

Erik

Boa estreia pelo Verdão. Entrou no segundo tempo e, pelo lado direito, fez uma bonita jogada e deixou Allione livre para marcar o primeiro gol.

7,5

Moisés

Outro que estreou pelo Palmeiras e saiu do banco para decidir. Começou a jogada do primeiro gol, com um bonito corte no marcador, e ainda deixou sua marca no último minuto.

6,0

Cristaldo

Demorou para achar uma posição em campo. Deu mais movimentação, mas, assim como Alecsandro, não teve chances perigosas.

7,0

Allione

Tentou dar mais velocidade nas jogadas e apareceu bem dentro da área para abrir o placar no Centenário.

6,0

Thiago Santos

Entrou, o Palmeiras fez o segundo, e o Libertad não demonstrava forças para atacar. Teve pouco trabalho e não se complicou.

6,5

Téc: Marcelo Oliveira

Começa a montar o Palmeiras e manteve o esquema do ano passado, no 4-2-3-1. Viu Erik e Moisés, reforços para a temporada, entrarem bem. Tem um bom elenco.

SOBE E DESCE DO LIBERTAD

Um chute de fora da área no fim

Quando já estava 1 a 0 para o Palmeiras e perto do fim da partida, o Libertad foi com tudo ao ataque. Molinas deixou de ficar mais preso na defesa e arriscou de longe, arma que poderia ter sido mais utilizada. O lateral-direito Moreira, que já esteve na mira do Palmeiras há dois anos, teve uma atuação regular: não se comprometeu na marcação, mas foi tímido no apoio ao ataque.

Falta de criação

O Libertad não conseguiu chegar com perigo durante a partida. O único lance que assustou o Palmeiras foi após um erro na saída de bola entre Leandro Almeida e Edu Dracena. No entanto, após ficar com a bola e sair no dois contra um, Salcedo errou o passe para o companheiro. O meio de campo da equipe praticamente não apareceu. Em muitas oportunidades, os zagueiros faziam a ligação direta com os atacantes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos