Chile chega a acordo com ex-atacante do Barça para o lugar de Sampaoli

  • AFP PHOTO/Juan Mabromata

    Juan Antonio Pizzi começou a exercer a função de técnico em 2005

    Juan Antonio Pizzi começou a exercer a função de técnico em 2005

O Chile anunciou o seu novo treinador. O ex-atacante do Barcelona Juan Antonio Pizzi é o sucessor de Jorge Sampaoli, que deixou o comando da seleção neste mês. O acordo oficial foi anunciado na noite desta sexta pela Associação de Futebol do Chile. Ele deve ser apresentado semana que vem.

Pizzi era o treinador do Léon, do México, e terá que romper seu atual contrato para assumir a Roja. E a tarefa de comandar a seleção não deve ser das mais fáceis. Apesar de contar com uma geração promissora, com Vidal, Sánchez e Vargas, ele terá que dar sequência aos bons resultados, que garantiram o primeiro título da Copa América da história no ano passado, com Sampaoli.

O argentino passou à função de técnico em 2005, quando trabalhou no Colón, da Argentina. Ele treinou ainda por equipes como Universidade Católica, San Lorenzo, Rosário Centra e Valencia (Espanha).

Como jogador, Pizzi teve grande destaque pelo Barcelona, clube no qual levantou cinco troféus. Ele chegou a ser artilheiro do Campeonato Espanhol na temporada 1995/96, jogando pelo Tenerife. Ele foi revelado pelo Rosário Central e teve passagens por Valencia, Porto e River Plate.

Naturalizado espanhol, Pizzi defendeu a camisa da Fúria na Copa do Mundo de 1998 e na Eurocopa de 1996. Ele disputou 22 jogos pela seleção, marcando oito gols.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos