De virada, Grêmio derrota o Brasil de Pelotas em estreia no Gauchão-2016

O Grêmio encontrou dificuldade contra o Brasil de Pelotas no início do jogo em Caxias do Sul, mas apresentou bom futebol, contou com brilho de Luan e derrotou o Xavante, de virada, por 3 a 1, neste domingo, no campo pesado e molhado do Centenário. Vitória em jogo válido pela primeira rodada do Campeonato Gaúcho e diante de um rival que é o atual bicampeão gaúcho do Interior e disputará a Série B do Brasileiro neste ano.

O Grêmio voltará a atuar no Gauchão na próxima quinta, quando receberá o Aimoré no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo, às 19h30. O Tricolor cumpre punição imposta pelo TJD-RS por conta de quebra de cadeiras no Beira-Rio durante a final do último Gauchão. Já o Brasil, no mesmo dia e horário, visitará o Cruzeiro-RS no Antônio Vieira Ramos, em Gravataí.

JOGO PEGADO E EMPATE NO PRIMEIRO TEMPO

Conhecido por ser um time com grande poder de marcação - não foi vazado nos últimos cinco jogos da Série C-2015 -, o Brasil de Pelotas mostrou qualidade nos primeiros minutos de jogo. Eficaz na marcação, o Xavante ainda foi letal logo em sua primeira chance de gol, aos sete minutos. Cruzamento da direita, falha de Marcelo Grohe e finalização de Cleverson, enquanto Walace observava.

Sobrava disputa por cada centímetro de campo no Centenário, muitas pididas - comprovando que o Gauchão estava de volta - e também sobraram cartões. Foram sete apenas no primeiro tempo, sendo cinco para gremistas. O Grêmio tinha dificuldade para transpor a marcação rival. Marcação que começou a ser vencida com triangulações e trocas rápidas de passes na entrada da área. Everton, aos 41, quase venceu Eduardo Martini. Um minuto depois, após boa jogada de Maicon, atuando como armador, Luan finalizou com categoria e deixou tudo igual em Caxias do Sul.

GRÊMIO VIRA COM GOLS DE EVERTON E PEDRO ROCHA

O Grêmio precisou de apenas dois minutos para ratificar o fato de ter terminado o primeiro tempo melhor em campo. Bela jogada de Luan pela direita e cabeçada de Everton, que nem precisou tirar os pés do chão. Grêmio, que havia voltado com Pedro Rocha na vaga de Edinho, 2 a 1. A troca promovida por Roger Machado surtiria efeito pouco depois. Maicon, atuando como armador na ausência de Giuliano, voltou a trabalhar bem, deixando Pedro Rocha na boa para ampliar, aos 14.

Superior, em vantagem e trabalhando bem a bola, o Grêmio soube controlar o ímpeto do Brasil, que até tentou, mas não conseguiu uma boa oportunidade de gol. Faltou maior poder de criação para o Xavante, que só foi levar perigo aos 42, com Wender, que tentou jogada inpidual, mas não teve sucesso. O Grêmio, por sua vez, quase marcou o quarto com Pedro Rocha. No fim, a vitória foi tricolor em um jogo bem disputado em Caxias do Sul. 

FICHA TÉCNICA

BRASIL DE PELOTAS 1 X 3 GRÊMIO

Local: Centenário, Caxias do SUl (RS)

Data-hora: 31/1/2016 - 17h

Árbitro: Rafael da Silva Alves (RS)

Auxiliares: Julio Cesar Rodrigues dos Santos (RS) e Marcos Vinícius Gonçalves dos Santos (RS)

Renda/Público: Não pulgados.

Cartões amarelos: Washington, Leandro Camilo e Teco (BRA); Wallace Oliveira, Maicon, Kadu, Edinho e Marcelo Grohe (GRE)

Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Cleverson, 7'/1ºT(1-0); Luan, 41'/1ºT(1-1); Everton, 2'/2ºT(1-2) e Pedro Rocha, 14'/2ºT(1-3); 

BRASIL DE PELOTAS: Eduardo Martini; Wender, Camilo, Teco e Xaro; Leandro Leite, Washington, Moisés (Galiardo, 25'/2ºT) e Diogo Oliveira; Cleverson (Marcos Paraná, 12'/2ºT) e Nena (Ramon, 12'/2ºT) - Técnico: Rogério Zimmermann.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Wallace Oliveira, Geromel, Kadu e Marcelo Oliveira; Walace, Edinho (Pedro Rocha, Intervalo), Maicon (Moisés, 30'/2ºT), Douglas e Éverton; Luan (Bobô, 35'/2ºT) - Técnico: Roger Machado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos