Judô: David Moura conquista o ouro em Sofia e acirra briga pela Rio-2016

A briga pela vaga na Olimpíada do Rio no judô na categoria pesado ganhou novos contornos neste domingo. David Moura, brasileiro melhor posicionado no ranking olímpico, conquistou a medalha de ouro no Aberto de Sofia (BUL), e somou cem pontos na classificação.

Na decisão, o atleta derrotou o israelense Or Sasson, 26º no ranking olímpico, por imobilização.

Com isso, ele alcançou a 12ª colocação entre os atletas que buscam uma vaga na Rio-2016, e deixou Rafael Silva, medalhista de bronze nos Jogos de Londres-2012, na 21ª posição, 248 pontos atrás.

Os 14 representantes brasileiros na Olimpíada (sete homens e sete mulheres) serão, primeiramente, definidos por meio do ranking olímpico. Caso a distância entre os postulantes às vagas seja muito pequena, a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) irá analisar os melhores resultados e o histórico para decidir.

A Seleção volta a luta no Grand Slam de Paris, neste fim de semana. A competição dará 500 pontos ao campeão, 300 ao vice e 200 ao terceiro lugar. Entre os atletas, estarão David Moura e Rafael Silva. Tira-teima?

Luciano Corrêa fica com a prata

Outro brasileiro a disputar o Aberto de Sofia, Luciano Corrêa ficou com a prata na categoria meio-pesado. Ele perdeu na final para Ramadan Darwish (10º no ranking olímpico), por um wazari.

Corrêa é, agora, 24º no ranking (582 pontos), contra 512 do adversário à vaga Rafael Buzacarini (26º).

BRIGA ACIRRADA

David Moura

Atual 12º no ranking olímpico, com 891 pontos, David Moura tem como maiores somatórias o vice no Grand Slam de Paris (FRA) do ano passado (200 pontos), os títulos no Pan de judô (2015) e no Aberto de Sofia (2016), que valeram 100 pontos cada, e o quinto lugar no Mundial de 2014, que lhe rendeu 90 pontos. Além disso, tem outras quatro pontuações.

Rafael Silva

Após sofrer uma lesão e ficar seis meses parado em 2015, Rafael é o 21º do ranking, com 643 pontos, e tem como principais somatórias o título no Grand Slam de Tyumen (RUS) de 2014, que rendeu 250 pontos, os vices no Pan de judô (120) e no Grand Prix de Samsun (TUR), em 2014 (90), além do bronze no Mundial de 2014, que lhe deu 180 pontos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos