Punida por dois meses, organizada do Corinthians protesta na sede da FPF

  • Divulgação/Gaviões

    Gaviões da Fiel protesta contra banimento em frente à federação paulista de futebol

    Gaviões da Fiel protesta contra banimento em frente à federação paulista de futebol

A Gaviões da Fiel, principal organizada do Corinthians, realizou um protesto neste domingo, em frente à sede da Federação Paulista de Futebol, na zona oeste da capital. A uniformizada foi punida pela entidade por dois meses porque acendeu sinalizadores na final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, contra o Flamengo, em jogo realizado na semana passada no Pacaembu.

Apesar da suspensão por 60 dias dos estádios, a Gaviões compareceu do lado de fora da Arena Corinthians com bandeiras de mastro e bateria. Eles, entretanto, não poderão entrar com os materiais.

Nas portas da federação eles levantaram bandeiras e faixas e soltaram fogos de artifício, além de acenderem sinalizadores. O uso de sinalizadores dentro do estádio do Pacaembu, na final da Copinha, foi o motivo alegado pela federação para banir a organizada.

"Eu não roubo merenda / Eu não sou deputado / Trabalho todo dia / Não roubo meu Estado", escreveu a Gaviões em um post no Twitter sobre o protesto. Trata-se de uma referência ao deputado estadual paulista Fernando Capez (PSDB), um crítico aberto das torcidas organizadas. Capez está sendo investigado por suposta fraude na compra de merenda escolar.

Antes do protesto deste domingo, a Gaviões já havia publicado uma nota oficial repudiando a punição.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos