Antes ainda de fechar a janela, Inglaterra bate número histórico

A janela de contratações na Inglaterra fica aberta até a noite desta segunda-feira, mas o país já pode falar que atingiu uma marca histórica. Com as quatro contratações do Newcastle confirmadas, a Premier League atingiu 1 bilhão de libras (R$ 5,7 bilhões) em transferências nesta temporada. Isto contando tanto a de verão, que foi no meio do ano passado, quanto a de inverno.

Este número ainda vai aumentar, pois o último dia de janela sempre é movimentado. Mas os Magpies estão desesperados na luta contra o rebaixamento e gastaram 29 milhões de libras (R$ 165 milhões) neste mês, e fizeram o recorde da temporada passada ser superado. E o próprio time ainda pode ser responsável por subir bem este valor, já que fez uma oferta de 21 milhões de libras (R$ 120 milhões) por Berahino, do West Bromwich.

Para se ter uma ideia da evolução do dinheiro que é circulado na Inglaterra em transferências, em 2003/04, a Premier League movimentou 265 milhões de libras (R$ 1,5 bilhão), mesmo valor da temporada seguinte. Em 2007/08 houve um grande salto para 670 milhões de libras (R$ 3,8 bilhões).

Porém, o mercado recuou no ano seguinte, e voltou a crescer mais em 2013/14, atingindo 760 milhões de libras (R$ 4,3 bilhões). No ano passado, chegou quase na marca bilionária, batendo 965 milhões de libras (R$ 5,5 bilhões). Na janela de verão de 2015/16, foram 870 milhões de libras (R$ 4,9 bilhões), e agora no inverno outros 130 milhões de libras (R$ 742 milhões).

Reflexo dos patrocínios cada vez mais gordos, mas principalmente do novo acordo de transmissão de televisão, que entra em vigor na próxima temporada. Em fevereiro do ano passado, a Premier League anunciou que tinha vendido as partidas por 5,1 bilhões de libras (R$ 29 bilhões) pelo próximo triênio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos