Luxemburgo analisa pré-temporada do Tianjin Quanjian: "Muita evolução"

  • Alexandre Vidal - FotoBR

A pré-temporada do Tianjin Quanjian no Brasil termina nesta terça-feira (02), com o duelo contra a Portuguesa, às 16h, no Canindé, em São Paulo. Até aqui, foram exatos 28 dias de trabalho intenso, com outros três jogos-treino e um amistoso, em que o técnico Vanderlei Luxemburgo viu muita evolução física, técnica e tática.

A equipe treinada por Luxa não conseguiu vencer ainda nenhum jogo. Foram derrotas para XV de Piracicaba, Taubaté, Bragantino e Vitória. Apesar dos resultados, a preparação não se limitou ao campo. Fora dele, os jogadores tiveram palestras de fisiologia, medicina do esporte, preparação física e nutrição.

Na quarta-feira, os jogadores seguirão para a China, onde terão alguns dias de folga para curtirem o Ano Novo Chinês, que no calendário deste ano será comemorado no dia 8 de fevereiro. No dia 10, eles se encontrarão com Jadson, Luís Fabiano, Geuvânio e os integrantes da comissão técnica brasileira em Ulsan, na Coreia do Sul, para a segunda parte da pré-temporada, que seguirá até 5 de março. A estreia na segunda pisão do Campeonato Chinês está marcada para o dia 12 de março.

"Se analisarmos o início, o meio e o fim do trabalho, vemos uma evolução muito grande. Quando chegamos, no início de janeiro, encontramos um time totalmente amador, sem características de equipe profissional, sem aspecto físico, sem direcionamento de postura. Agora, a gente vê uma equipe com desenho, uma cara, com uma postura e uma filosofia implantada. Foi um trabalho duro, difícil, com persas ações importantes nas partes física, técnica e tática. Além da formatação da estrutura profissional, com palestras para dizer tudo o que já estávamos mostrando. Daremos sequência a essa evolução na Coreia", analisou Luxemburgo.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos