Polêmico em campo, Diego Costa é defendido por técnico do Watford

 

O estilo brigador e polêmico de Diego Costa gera persas críticas dos rivais dentro de campo. Fora das quatro linhas, há quem defenda as atitudes do hispano-brasileiro. Nesta quarta-feira, o atacante novamente se estranhou, desta vez com Juan Carlos Paredes, no empate em 0 a 0 com o Watford. O técnico do time adversário, Quique Flores, ficou ao lado do jogador do Chelsea.

 

- Não foi nada. Contato na Premier League é normal com esse tipo de jogador. Irá ter contato em cada disputa. Eu entendo Diego Costa, eu o treinei. Ele quer se desafiar a cada momento. O que aconteceu não foi nada especial ou diferente do que acontece em todos os estádios da Premier League a cada semana - disse Flores, que foi treinador de Diego Costa no Atlético de Madrid.

- Eu disse a ele que o amo. Ele teve um grande comportamento quando estávamos no Atlético. O caráter não é ruim. Para o técnico, esse tipo de personalidade pode ser incrível. Eu prefiro esse perfil do que um homem de gelo no gramado - completou.

Treinador de Diego Costa no Chelsea, Guus Hiddink também defendeu o seu pupilo. No entanto, fez questão de criticar os jogadores do Watford que, na opinião do holandês, tentaram provocar o atacante.

 

- Foi muito claro, porque estávamos muito perto. Paredes deu um soco nas costas de Diego, e depois eles tropeçaram. Isso é algo que não devemos fazer. Isso é provocação para tirar Diego do campo. O árbitro viu e não caiu na provocação dele. Não há havia maneira de Diego estar perto da cara dele

 

ARSENAL É 'A MAIOR VÍTIMA' DE DIEGO COSTA

 

Se o treinador do Watford defendeu o estilo de Diego Costa, há quem critique veementemente. No Arsenal, o nome do atacante não é bem-visto. Somente nesta temporada, o jogador criou persas polêmicas, que não caírem bem para os lados do Emirates.

No jogo entre Chelsea e Arsenal, no primeiro turno do Inglês, em Stamford Bridge, Diego Costa agrediu Koscielny fora do lance, mas somente Gabriel Paulista viu. Os brasileiros seguiram discutindo até que o zagueiro deu um 'coice' no atacante dos Blues e acabou expulso.

 

No returno, já no Emirates, novamente Diego Costa foi o protagonista. Em um contra-ataque, ele foi derrubado por Martesacker, que também foi expulso. Para piorar a vida do Arsenal, o atacante fez o único gol da partida, na vitória do Chelsea por 1 a 0.

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos