Capitão do São Paulo pela 2ª vez, Hudson agradece confiança de Bauza

Enquanto Diego Lugano não entra em forma para voltar a defender o São Paulo, o posto de capitão da equipe ficou sob a responsabilidade de Michel Bastos. No último sábado, porém, o meia foi poupado por Edgardo Bauza, que decidiu repassar a braçadeira para o volante Hudson utilizar na partida contra o Água Santa, válida pela 2ª rodada do Campeonato Paulista.

- O professor Bauza me dá muita confiança e segurança sobre o que devo fazer em campo. Desse jeito, fico muito tranquilo para desempenhar poder meu futebol. Ainda mais com os resultados acontecendo de maneira natural e satisfatória - destacou o camisa 25 do Tricolor, que já projetou o duelo de volta com o César Vallejo (PER) pela fase preliminar da Libertadores:

- A torcida do São Paulo faz uma atmosfera extremamente favorável na Libertadores e nós precisamos do apoio deles. Vai ser um jogo muito bom pra nós - opinou, sobre o confronto de quarta-feira, às 21h45, no Pacaembu.

A vitória por 4 a 0 sobre o Água Santa não foi a primeira de Hudson como capitão do São Paulo. Na temporada passada, também em compromisso do Paulistão, o volante vestiu a braçadeira na goleada por 3 a 0 sobre a Portuguesa na última rodada da primeira fase. Por coincidência, o então técnico Milton Cruz também usou equipe mista, como Patón no último sábado.

O treinador argentino, inclusive, tem depositado confiança no futebol de Hudson. O marcador foi titular do São Paulo nas quatro partidas desta temporada (uma amistosa, duas do Paulistão e uma da Libertadores) e viu o comandante até mudar os planos sobre a contratação de mais um volante por estar satisfeito com o rendimento da dupla com Thiago Mendes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos