Presidente de clube croata renuncia após ser acusado de corrupção

  • Antonio Bat/EFE

    Zdravko Mamic é suspeito de ter desviado verbas e subornado agentes

    Zdravko Mamic é suspeito de ter desviado verbas e subornado agentes

Depois de mais uma acusação de corrupção, Zdravko Mamic, presidente do Dínamo de Zagreb, apresentou sua renúncia ao cargo. Foi aberta nesta segunda-feira mais uma investigação contra ele e outros dirigentes, e ele disse que está sofrendo uma perseguição.

"É evidente que trata-se de um ajuste de contas político", disse Zdravko Mamic em entrevista coletiva.

Além dele, outras seis pessoas estão sendo investigadas por corrupção e crime organizado. Entre eles Zoran Mamic, irmão e treinador do Dínamo de Zagreb, além do filho do agora ex-presidente, e do presidente da Federação Croata de Futebol (HNS).

Eles são acusados de lesar o clube em cerca de 9 milhões de euros (R$ 39,6 milhões), além de suspeita de desvio de verba, suborno e evasão fiscal, isso avaliado em mais de 30 milhões de euros (R$ 132 milhões). Os dois irmãos foram presos recentemente duas vezes e tiveram que pagar fianças milionárias.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos