LANCE! entra em obra de estádio da Copa-2022. Veja tudo com detalhes!

Sem gramado. Muito menos traves. O Estádio Khalifa, em Doha, ainda vai demorar alguns meses para receber jogadores e ver a bola rolar. Mas já foi possível sentir um pouco do clima da Copa do Mundo de 2022, no início da tarde desta quarta-feira.

As obras no local foram abertas pela primeira vez para a visitação da mídia internacional. Ao lado de fora se vê um grande prédio de estacionamentos sendo construído. Alguns metros ao lado sobe uma outra edificação, que irá se transformar no museu do esporte no Qatar.

A capacidade será de 40 mil pessoas, 10 mil a menos do que o Khalifa original.

Ao olhar para cima é possível avistar um grande arco. Certamente uma pirotecnia para deixar o estádio com uma cara de mais moderno. O Khalifa foi inaugurado no fim da década de 70, passou por reformas na década passada e já recebeu algumas vezes a Seleção Brasileira, em inclusive. Em 2010, com gol de Messi, aos 46 minutos do segundo tempo, derrota de 1 a 0 para a Argentina. Aquele Brasil, que tinha Mano Menezes no banco, contava ainda com Ronaldinho Gaúcho, Robinho e Neymar. Outros tempos...

Dentro do Khalifa não existe um ritmo frenético de obras, apesar do número de pessoas trabalhando: três mil funcionários. A previsão é deixar o estádio pronto já neste ano. Será o primeiro equipamento esportivo para a Copa de 2022 a ser entregue, segundo o calendário do Comitê Organizador.

O responsável pela obra não fala em valores. Segundo ele, diferentemente do Brasil, não existe um orçamento para cada obra. Anualmente ele requisita o valor necessário para a continuidade da obra, que sai dos R$ 117 bilhões de investimento do Qatar previstos apenas para os equipamentos esportivos (relembre clicando aqui). Também não se fala em percentual de conclusão da obra, algo comum na Copa de 2014.

Chama muito a atenção, para quem está no nível do gramado, olhar para o alto e ver uma grande torre, entre o arco que vai sustentar parte da cobertura. É um hotel luxuoso, que fica nos arredores do estádio, dentro do Aspire, um complexo esportivo. Parece complementar a arquitetura do lugar. Pode ter jogador fazendo gol e apontando para o céu em 2022. Talvez tenha algum familiar lá no restaurante, no último andar do hotel, vendo o jogo em um camarote mais do que especial.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos