Liverpool volta atrás, aceita reclamações e congela ingressos

A torcida do Liverpool fez um protesto no fim de semana contra o aumento do preço dos ingressos no Anfield Road, e o clube resolveu ceder e congelou o valor das entradas. Os principais dirigentes dos Reds, John W Henry, Tom Werner, Mike Gordon, enviaram uma carta aberta no site oficial do Liverpool, e pediram desculpas pelo ocorrido.

Por estar fazendo um setor novo nas arquibancadas do Anfield Road, que custará 120 milhões de libras (R$ 684,8 milhões), a diretoria resolveu aumentar o preço dos ingressos mais caros do estádio de 59 libras (R$ 336,70) para 77 libras (R$ 439,42).

Ao saber, a torcida resolveu deixar a arquibancada no último jogo, contra o Sunderland justamente aos 77 minutos. A estimativa foi de que pelo menos 10 mil pessoas aderiram à campanha.

- Nós três ficamos preocupados com a percepção de que não nos importamos com a torcida, de que somos gananciosos, e que estamos mais preocupados com lucros pessoais. Quando a verdade é justamente o oposto - disse o trio:

- Nunca pegamos nem sequer um centavo do clube. Na verdade, já injetamos muito dinheiro dos nossos próprios bolsos. Parte do planejamento de preços estava errado.

Na carta, a diretoria disse que se encontrou com representantes da torcida, ouviram suas reclamações, e resolveram congelar todos os preços para a próxima temporada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos