Seleção de pólo feminino lança campanha por verbas e irrita CBDA

As jogadoras da Seleção Brasileira feminina de pólo aquático causaram desconforto na Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). Tudo por conta de uma campanha virtual de financiamento coletivo, com intuito de obter recursos para um intercâmbio à Itália, em abril, onde fará um período de treinos com vistas à Olimpíada Rio-2016.

A ideia surgiu quando uma viagem similar para os Estados Unidos, para onde embarcaram na última terça-feira, foi reduzida de dez para quatro dias. Os treinos antecedem a fase preliminar da Liga Mundial, no Texas, que começará no dia 16. Determinadas a buscar a inédita medalha olímpica, as atletas fizeram a campanha, cuja meta é arrecadar R$ 80 mil até abril, para bancar um novo intercâmbio.

- Ficamos sabendo no início do ano, por e-mail, que a viagem havia sido reduzida por falta de verba. Foi muito desmotivador. Então fizemos a campanha para cumprir o planejamento do técnico Pat Oaten e ir para a Itália. Jogar com potências é a melhor forma de ter uma boa preparação - explicou uma das jogadoras da Seleção ao LANCE!, que preferiu não se identificar por medo de represálias.

Até ontem, a equipe havia arrecadado R$ 9.675,00, equivalente a 12% do total pretendido, no site de financiamento coletivo. A iniciativa, contudo, não foi bem recebida pela CBDA. Enquanto o time garante precisar de muito mais apoio do que o recebido atualmente, e acusa a entidade de priorizar a equipe masculina, o coordenador técnico de polo aquático na confederação, Ricardo Cabral, ficou incomodado.

- Fomos surpreendidos. Elas pediram autorização para captar recursos, nós apoiamos, mas não sabíamos que seria de uma maneira tão exposta. Fomos bombardeados pelo Ministério do Esporte e pelo COB. Agora estão dizendo que a CBDA não apoia o pólo aquático. Não estamos privilegiando ninguém - contou Cabral ao LANCE!.

A partir da próxima terça-feira, a Seleção feminina de polo aquático iniciará a disputa da fase preliminar da Liga Mundial. O time vai encarar Estados Unidos, China, Canadá, Austrália e Japão. Os quatro melhores avançarão para a Super Final. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos