Dilma diz que presença do zika não compromete a Olimpíada do Rio

Um dia após o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, declarar que o zika vírus não é um tema olímpico, a presidente Dilma Rousseff seguiu o discurso tranquilizador durante uma visita à capital fluminense e afirmou não haver chance de a doença comprometer a realização dos Jogos Rio-2016.

- A situação não compromete os Jogos Olímpicos. Estamos confiantes de que até agosto teremos sucesso considerável em exterminar o mosquito Aedes aegypti - disse a presidente.

Ao lado de Paes e do governador Luiz Fernando Pezão, Dilma visitou a comunidade Zeppelin, no bairro Santa Cruz, na Zona Oeste, onde participou de ações do Dia Nacional de Mobilização Contra o Aedes Aegypti. A região é conhecida por alto índice de casos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. 

Durante o ato, foram distribuídos panfletos com o slogan "um mosquito não é mais forte do que um país inteiro". Os moradores da região foram aconselhados por agentes de saúde a manter os reservatórios de água fechados, virar garrafas abertas cabeça para baixo e colocarem pneus de loja em locais onde não acumulem água.

- Isso não é um compromisso nosso com alguém do exterior. É um compromisso nosso conosco. É por conta da nossa importância que nós temos que fazer isso - disse a presidente.

De acordo com os dados recentes do Ministério da Saúde, o Brasil registrou 462 casos de microcefalia entre outubro e fevereiro, em comparação com uma média anual de 150 casos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos