Egídio absolve Marcelo após derrota do Verdão e já fala em Libertadores

A torcida não perdoou o time reserva do Palmeiras e vaiou nas arquibancadas do Allianz Parque, neste sábado, após a equipe perder de virada, por 2 a 1, para o Linense. O técnico Marcelo Oliveira, que só comandou uma vitória no Paulistão, após quatro jogos, foi alvo de algumas das críticas, mas foi absolvido por jogadores.

Segundo o lateral-esquerdo Egídio, a responsabilidade não pode ser só do treinador.

- Responsabilidade não é só do Marcelo, é do nosso elenco. Ele que monta o time, mas os jogadores também absorvem a pressão. Tenho certeza que uma vitória fora na Libertadores muda esse pensamento negativo - afirmou na saída do campo, já projetando o duelo contra o River Plate do Uruguai, fora de casa, na terça-feira, às 21h45.

O ala continuou saindo em defesa do Alviverde, mas dessa vez do próprio time reserva. Segundo ele, apesar do placar, o Palmeiras teve mais volume de jogo, mas o time de Lins soube aproveitar os erros cometidos na defesa.

- Não foi justo, não, o Palmeiras teve mais volume de jogo. Criamos chance até agora (fim do jogo). Não era o que queríamos. O volume foi forte , mas houve dois lances em que teve falha nossa, que eles (Linense) conseguiram a vitória. Saímos chateados mas tem que fazer boa estreia na Libertadores - finalizou.

O técnico Marcelo Oliveira decidiu poupar o time titular justamente para a estreia do Verdão na Libertadores, já que dois dias separaram o duelo válido pelo Paulista da competição Sul-Americana.

Até então, o Palmeiras venceu um jogo, empatou dois e perdeu um no Campeonato Paulista.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos