Aguirre aprova empate com reservas e valoriza invencibilidade no Mineiro

O empate por 0 a 0 do Atlético-MG contra o Guarani, no último sábado, foi justo para os dois lados. Foi assim que Diego Aguirre analisou a partida fraca tecnicamente no Farião, em Divinópolis. Visando a estreia pela Libertadores, o uruguaio poupou seus atletas titulares e viu seus suplentes, formados na maioria por jovens, sofrerem com a falta de entrosamento e carência para armar as jogadas, mas não lamentou o resultado.

- O empate foi bom. Nenhum dos dois merecia a vitória. Eles tiveram uma chance e nos também. O empate não é ruim. Mantivemos o time sem tomar gol, invicto no Mineiro. São coisas que no futuro serão importantes - comentou o treinador após o jogo.

Conforme citado pelo treinador, o Atlético segue sem levar gols no Campeonato Mineiro. Desta vez, a experiência da defesa fez diferença. Giovanni, Edcarlos e Erazo são jogadores mais experientes e fortaleceram o time reserva. Em contrapartida, no meio-campo e ataque predominou a presença de jovens atletas, como Gabriel, Eduardo, Lucas Cândido, Dodô, Pablo e Henrique, e que não deixaram de receber os elogios do treinador.

- Acho que estava muito calor para jogar futebol. E também o campo não permitia a fluidez no passe de bola. Isso não são desculpas, são realidades. Mas foi um jogo que fiquei contente com a resposta deles - acrescentou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos