Cerca de 15 torcedores são detidos antes da bola rolar em São Januário

Cerca de 15 torcedores do Flamengo foram detidos acusados de depredar um banheiro de São Januário. Os rubro-negros foram contidos pela Polícia Militar após muita confusão, cerca de três horas antes da bola rolar no clássico. Pelo menos três portas e vasos foram destruídos. Os visitantes reclamaram muito de falta d'água.

O major Silvio Luiz, comandante do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe), confirmou, ao LANCE!, que os rubro-negros foram flagrados destruindo o banheiro de São Januário. O caso chamou atenção de quem entrava no estádio. Ao verem o grupo de detidos, muitos torcedores se perguntavam sobre o que tinha acontecido.

Os torcedores rubro-negros de torcidas organizadas foram conduzidos pela Polícia Militar ao estádio. Eles ficaram concentrados num terreno ao lado da Prefeitura do Rio, na Cidade Nova, e foram caminhando até São Januário. Não houve registro de confusão neste trajeto. 

Já na rua ao lado de São Januário, houve uma pequena confusão entre dois torcedores do Flamengo. O caso foi rapidamente contido pela Polícia Militar. Os rubro-negros reclamaram muito do fechamento de bares na parte destinada à entrada deles. Dentro do estádio, apenas um bar, superlotado, atendia aos flamenguistas. Com o calor muito intenso, funcionários do Vasco passaram a atender os visitantes por meio de brechas numa grade de separação, atrás da arquibancada. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos