Maduro aos 23, Yago lembra própria falha no clássico e lamenta por Lucão

  • Ricardo Nogueira/Folhapress

    Zagueiro vive sua primeira temporada como titular

    Zagueiro vive sua primeira temporada como titular

Aos 23 anos, Yago vive sua primeira temporada como titular do Corinthians após a venda do ídolo Gil para o Shandong Luneng, da China. No primeiro clássico da equipe em 2016, ele chegou perto de sentir o gosto da frustração, mas foi salvo por Cássio em chute do argentino Calleri, quando o duelo diante do São Paulo ainda estava empatado sem gols na Arena Corinthians. Sem a marca negativa de uma possível falha, o jovem zagueiro ainda deixou o estádio como herói ao marcar o gol da vitória por 2 a 0. Além disso, viu Lucão, zagueiro do time adversário, cometer erro crucial para a derrota do São Paulo.

Mesmo vencedor do compromisso na Arena Corinthians, o último de sua equipe antes da estreia na Copa Libertadores, Yago mostrou solidariedade em relação a Lucão, que recuou errado uma bola para Denis e viu Lucca abrir a vantagem do Timão diante de sua maior vítima em Itaquera. Para Yago, falhas em clássicos podem marcar negativamente a carreira de um jovem jogador, como o são-paulino de 19 anos.

- Queremos ganhar por méritos, por jogar melhor que o adversário. Sinceramente, eu fiquei chateado por ele (Lucão), senti na pele o que é uma pequena falha. No meu lance o Cássio ajudou, e felizmente não aconteceu (o gol). Fiquei chateado por ele, porque é um menino novo e os erros marcam bastante - comentou Yago.

Nesta segunda-feira, as declarações sobre Lucão não foram as únicas de Yago que chamaram atenção na entrevista coletiva concedida ao lado de Lucca no CT Joaquim Grava. O jogador fará seu primeiro jogo pela Copa Libertadores neste meio de semana, e deseja ser mais reconhecido por seu esforço para chegar ao elenco profissional e brigar por chances no Corinthians. Hoje, ele é titular do setor defensivo ao lado de Felipe, e tem Pedro Henrique e o experiente Vilson como opções. Além dos cinco, o paraguaio Balbuena espera o anúncio oficial de sua contratação e a retomada do melhor de sua condição física para ficar à disposição de Tite. 

Enquanto aguarda pela nova concorrência no time titular do Corinthians, Yago não quer saber de ser tratado como garoto. Aos 23 anos, ele esbanja personalidade, em campo e no discurso:

- Na minha opinião, já estou pronto. Quero abandonar esse rótulo de menininho. Tenho 23 anos, não sou nenhum menino. Joguei Série B duas vezes, joguei Estadual por times do interior, tenho rodagem para chegar aqui. Claro que substituir o Gil é um trabalho e tanto, mas quero crescer a cada jogo. O Tite é um cara bem correto, preza quem está melhor. Então quero fazer meu trabalho e conquistar meu espaço - sentenciou Yago.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos