Erik defende técnico, e Thiago Santos cobra postura de elenco do Palmeiras

O volante Thiago Santos e o atacante Erik, novidades na equipe titular do Palmeiras contra o River Plate (URU), foram os únicos jogadores a atenderem a imprensa no desembarque da delegação em Guarulhos, nas primeiras horas desta quarta-feira. Os dois adotaram o mesmo discurso e saíram em defesa do técnico Marcelo Oliveira, pressionado pelos quatro jogos sem vitórias.

- O Marcelo é um grande treinador, grande profissional. Ele tem o apoio de todo o grupo - resumiu Erik, que ganhou a vaga de Gabriel Jesus, mas acabou substituído pelo próprio garoto no intervalo do empate por 2 a 2 no Uruguai.

Thiago Santos foi mais firme na defesa ao chefe. Disse que "estão querendo plantar uma coisa que não existe" ao ser questionado sobre possíveis problemas de relacionamento no clube e pediu que os jogadores assumam mais a responsabilidade pelos resultados ruins.

- Todo mundo gosta do Marcelo. Antes do jogo, o Zé falou que todo mundo está fechado com ele. Nós, jogadores, temos que dar um pouquinho mais, porque a responsabilidade é nossa dentro de campo - disse o jogador, que tomou o posto de Robinho.

- O time jogou bem. Foi um esquema novo, a gente nunca tinha jogado com três volantes. Deu mais liberdade, até o Jean conseguiu fazer o gol. Eu achei que fui bem também. Infelizmente não conseguimos sair com os três pontos, mas o resultado foi bom - acrescentou Thiago.

Defendido pelos comandados, Marcelo Oliveira foi o primeiro membro da delegação a passar pelo portão de desembarque, seguido de perto pelo diretor Alexandre Mattos e o gerente Cícero Souza. Já na tarde desta quarta, o grupo se apresenta na Academia e inicia a preparação para o clássico contra o Santos, sábado, no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos