Leco banca assessor que criticou elenco e quer superar 'mau momento'

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, esteve no CT da Barra Funda na manhã desta sexta-feira e se manifestou publicamente sobre as declarações de seu assessor, Rodrigo Gaspar, que fez duras críticas a Milton Cruz, Ricardo Centurión, Michel Bastos e Rodrigo Caio. Leco garantiu que Gaspar segue no cargo, mas enfatizou que as postagens no Twitter não representam o pensamento da diretoria.

- Um tema que restou do nosso insucesso do jogo de quarta-feira foi uma manifestação através de redes sociais de um assessor da presidência, sobre o qual eu quero dizer que já conversei com ele, já analisamos, foi verdadeiramente um erro, um equívoco cometido pela cabeça quente de alguém que sendo um dirigente e ele é uma pessoa correta e quer se redimir do erro que cometeu. E logicamente que não reflete o pensamento da diretoria - disse Leco, cercado por vários jornalistas. 

O mandatário são-paulino não se esquivou de falar sobre o momento delicado que vive o clube após duas derrotas seguidas, para o rival Corinthians e para o modesto The Strongest, este pela Copa Libertadores. Tudo passageiro, segundo Leco. 

- Eu manifestei a eles toda a nossa confiança e toda expectativa e esperança de que o São Paulo possa rever esse mau resultado e insucesso e vai em busca da classificação (na Libertadores). O trabalho será dobrado como será dobrado nosso reconhecimento. Enquanto direção e torcida, que tem nos dado uma manifestação de apoio, de prestígio, de presença nos jogos, isso é tudo importante e fundamental. Tenho certeza que vamos superar esse mau momento que vivemos, que nem é tão grandioso, mas que precisa ficar para trás e precisamos retomar nosso caminho de vitórias - concluiu. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos