Sob acusação de assédio sexual, BJ Penn tem volta ao UFC adiada

BJ Penn já havia demonstrado a vontade de voltar a lutar pelo UFC da forma mais rápida possível. No entanto, seus planos podem ser frustrados. O ex-campeão da organização foi acusado de assediar sexualmente a namorada de um ex-funcionário e isso pode frear seu retorno.

O lutador foi informado pelo próprio UFC de que seu caso será tratado antes de qualquer possibilidade dele entrar no octógono de novo. Através do site oficial, a organização comentou o caso e prevê uma multa caso BJ seja culpado, principalmente por ter um código de conduta que os atletas têm que cumprir.

Confira abaixo o comunicado do UFC:

"O UFC está ciente das recentes alegações contra BJ Penn. A organização exige que todos os atletas que competem no UFC ajam de forma ética e responsável, como manda o Código de Conduta do lutador do UFC. O UFC não vai tolerar violações dessa política. Todo atleta é merecedor de uma revisão adequada e esta situação, como acontece em qualquer alegação grave, será investigada por uma entidade independente e também revista pelo UFC. A organização do UFC também irá cooperar com qualquer investigação policial. À luz dessas sérias alegações, o UFC adiou os planos de agendar um combate para BJ Penn até que mais detalhes sejam esclarecidos.

O UFC mantém atletas que competem na organização com o mais alto padrão e continuará a tomar as medidas adequadas, se e quando for necessário. É importante notar que Pen é inocente até que se prove o contrário, e o UFC não está pré-julgando esta questão."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos