De virada, Sport vence o Santa Cruz no 'Clássico das Multidões'

Santa Cruz e Sport fizeram um clássico bem movimentado pelo Campeonato Pernambucano, principalmente no segundo tempo, neste domingo. No fim, melhor para o Sport, que venceu de virada por 2 a 1, na Ilha do Retiro, que recebeu público considerado pequeno: 14.609 pagantes para renda de R$ 315.729,34. O Santa marcou primeiro, com Grafite, na etapa inicial. No segundo tempo, o ex-Flamengo Luiz Antônio - em seu primeiro "Clássico das Multidões" - empatou e Túlio de Mello fez o gol da vitória.

Com o resultado, o Sport chegou aos seis pontos e pulou para o quarto lugar do Hexagonal Final do Estadual. O Santa, com quatro pontos, caiu para quinto. A liderança é do Náutico, que tem nove pontos e jogará na noite desta segunda-feira, na Ilha do Retiro, contra o América. O Salgueiro, que venceu o lanterna Central de Caruaru por 1 a 0, é o vice-líder com sete pontos, seguido do América, com seis.

SANTA ABRE O PLACAR, MAS VITÓRIA É DO LEÃO

O Santinha começou melhor e saiu na frente com um gol de Grafite aos nove minutos. Depois de desperdiçar a chance num primeiro momento, Grafite teve uma segunda oportunidade quando Lelê conseguiu sair da marcação e cruzar novamente para a área. O goleador, livre na pequena área, tocou de primeira, rasteiro, à esquerda do goleiro Danilo Fernandes.

No segundo tempo, o Sport conseguiu a virada. O empate ocorreu aos seis minutos, quando o Rubro-Negro ficou tocando bola até lançar Lenis pela esquerda. Este foi ao fundo e cruzou para o meio da área. Luiz Antônio apareceu desmarcado e tocou para o gol.

Com o empate, o jogo ficou aberto, com os times tentando a vitória a todo custo. Mas quem se deu bem foi o Sport. Aos 34 minutos, ocorreu uma escapada de Everton Felipe pela direita. O cruzamento rasteiro no bico da pequena área encontrou Túlio de Mello. De carrinho, o atacante tocou no canto esquerdo do goleiro Thiago Cardoso e correu para as arquibancadas para comemorar (e levar amarelo).

- Foi nossa quarta vitória seguida e isso arrumou o nosso o começo ruim em 2015. Vamos longe - disse Johnathan Goiano, exultante com a vitória.

Túlio de Mello, que está com a média de um gol por jogo, analisou o duelo:

- O importante é a vitória tivemos um bom primeiro tempo, mas as bolas não entraram. Na etapa final, fomos mais felizes.

Principal jogador do futebol pernambucano, o veterano Grafite disse que a derrota do Santa Cruz fez justiça, pois o Sport foi bem melhor.

- Deixamos os caras jogarem não criamos, demos espaços. Depois do nosso gol, recuamos e nos 15 minutos finais deixamos os caras jogarem. No segundo tempo, não conseguimos segurar o ímpeto do sport, que tem qualidade e foi melhor. É o terceiro clássico que perdemos no ano. Temos de melhorar - disse Grafite à Rádio Jornal do Comércio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos