Sem Nenê, Jorginho mantém segredo e pode escalar time misto

A ausência do meia Nenê é motivo preocupação para a maioria dos torcedores vascaínos na próxima rodada. O técnico Jorginho, porém, parece já ter a solução para suprir a ausência do seu principal jogador, mas mantém o segredo guardado a sete chaves. Entre as suas principais opções estão os jovens Matheus Índio, Evander e o jovem Matheus Pet.

A atividade foi fechada para os jornalistas, mas o treinador deu indícios que pode adotar amanhã contra o Friburguense, no estádio de São Januário, uma formação diferente, sem depender taticamente do seu principal jogador do elenco.

Com a classificação garantida para a próxima fase, Jorginho pode fazer com que outros jogadores, assim como Nenê, sejam poupados. Na parte aberta do treino de ontem, o comandante cruzmaltino deu indícios que pode escalar um time cheio de novidades e observar alguns atletas do elenco que não tem ganhado oportunidades.

Ausência faz parte

Ao falar da ausência do seu camisa 10, o técnico Jorginho não escondeu que time sentirá a falta da qualidade técnica e da liderança de Nenê durante os 90 minutos. Apesar de lamentar a suspensão do apoiador, o comandante vascaíno revelou que a comissão técnica já havia pensado em um possível desfalque do meia durante as partidas do Carioca.

- É uma coisa que iríamos enfrentar em qualquer momento. Não é bom ficar sem o Nenê, mas conseguimos os três pontos, que eram fundamentais, e podemos fazer algumas observações. Vamos tê-lo à disposição contra o Botafogo, que é fundamental - afirmou Jorginho, que segue 100% em 2016 com o Vasco.

O Vasco deve ir a campo amanhã com a seguinte formação: Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Henrique; Andrey, B. Gallo, Pikachu, Matheus Pet e Eder Luis; Thalles.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos