Apoio da família é a razão de Riascos para comemoração 'arriscada'

Autor dos gols vascaínos no empate em 2 a 2 com o Friburguense em São Januário, Riascos quase deixou o estádio suspenso e fora do clássico de domingo contra o Botafogo. Na comemoração do último gol, ele pegou o filho, que estava na arquibancada, no colo. A empolgação poderia ter rendido um cartão amarelo ao atacante, que ficaria sem poder atuar no fim de semana.

- Já tinham me falado isso lá dentro, para eu ter cuidado com cartão. Queria comemorar com meu filho, com minha família nesse momento. Eles estão sempre comigo nos momentos bons e ruins. Ficamos com esse sabor de não ter vencido o jogo. Agora é esperar para vencer domingo. Nós tínhamos que ter entrado com mais vontade. Acontece. Com erros, se aprende. Vamos trabalhar para melhorar - disse o atacante colombiano de 29 anos, que está no clube desde a última temporada.

Bagagem

Em 2015, Riascos anotou sete gols com a camisa vascaína. Ao todo, esteve em campo em 32 ocasiões. Antes de chegar em São Januário, defendeu o Cruzeiro, no Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos