Seleção pode tirar Rodrigo Tabata de 'final' no Qatar

Artilheiro do Campeonato do Qatar com 17 gols em 19 jogos, o brasileiro Rodrigo Tabata pode ficar fora do jogo do título para o Al Rayyan, nesta sexta-feira, contra o Lekhwiya, segundo colocado.

E o veto não parte do próprio time, mas sim da seleção do país árabe. O departamento médico da federação local sugere que Tabata, que agora tem nacionalidade catari por morar há mais de cinco anos em Doha, seja poupado para se recuperar de um problema muscular na coxa direita e assim não corra risco de ficar fora da próxima convocação para rodada das Eliminatórias Asiáticas para a Copa de 2018.

O Qatar lidera o Grupo C das Eliminatórias com 18 pontos, em seis jogos. O próximo compromisso será contra Hong Kong, vice-líder com 14, no dia 24 de março. A China, potência da chave, está em 11, em terceiro, correndo risco de eliminação.

Em recente entrevista ao LANCE!, Tabata revelou seu planos de estender a carreira no Qatar pelo sonho de jogar a Copa do Mundo de Rússia. Ele já participou de dois jogos-treinos contra clubes, mas nunca defendeu o Qatar em confronto contra outra seleção.

O Al Rayyan soma 54 pontos, 17 a mais do que o próximo rival, faltando seis rodadas para o fim da competição. Um empate garantirá o fim do jejum de títulos nacional do time, dirigido nesta temporada pelo uruguaio Jorge Fossati.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos