Fifa: Infantino vence, mas não obtém maioria e eleição vai para o 2º turno

A Eleição para a presidência da Fifa irá para o segundo turno. No primeiro, o candidato da Uefa, o suíço Gianni Infantino terminou na frente, com 88 votos, seguido do Xeque Salman Khalifa, candidato mais próximo da situação (Joseph Blatter) com 85 votos. O príncipe Ali confirmou ter algum apoio com os membros do Oeste da Ásia e obteve 27. Jérôme Champagne fechou com sete votos.

O segundo turno contará com os quatro candidatos. São 207 votos em jogo (as federações de Kuwait e Indonésia estão suspensas) e quem obtiver 104 votos será o novo presidente. Caso ninguém consiga a maioria, o último colocado será eliminado e os três primeiros vão para novo round. 

Como a disputa está equilibrada, os votos de Ali e Champgane decidirão. O francês Champagne provavelmente apoiará Salman, pois também é um candidato muito próximo da atual situação da Uefa. Já o príncipe Ali pode cerrar fileiras com Infantino, mas não se sabe se os seus votos (que provavelmente vieram o Oeste da Ásia, onde ele preside a federação e de alguns países do Norte da África) migrarão na totalidade para o secretário-geral da Uefa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos