Técnico do Atlético-MG cobra evolução física de Robinho e Cazares

Diego Aguirre ainda não está totalmente satisfeito com o que Robinho e Juan Cazares apresentaram nos jogos do Atlético-MG. Embora os atletas que vestem as camisas 7 e 11, respectivamente, tenham criado as melhores oportunidades na derrota para a URT, nesse sábado (27), no estádio Bernardo Queiroz, em Patos de Minas, o treinador uruguaio ainda espera que eles evoluam fisicamente.

Pela primeira vez, desde que chegaram à Cidade do Galo, Robinho e Cazares atuaram por 90 minutos. O treinador crê que a dupla já adquiriu ritmo de jogo, mas faz uma cobrança direcionada a eles.

- Eles tentaram e pegaram um bom ritmo, o que era necessário. Eles têm de continuar trabalhando para estarem prontos para todas as coisas importantes que teremos pela frente, porque eles equiparar os dias que perderam no começo - declarou.

Nesta quarta-feira (2), o Atlético volta a campo para enfrentar o América-MG, pela terceira rodada do Grupo C da Primeira Liga. A equipe ainda tem condição de se classificar, mas depende de um triunfo por três ou mais gols e um revés do Figueirense contra o Flamengo. Aguirre admitiu a possibilidade de escalar os titulares no compromisso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos