'Queriam que eu assassinasse meu adversário', desabafa Anderson Silva

Anderson Silva ainda não engoliu a derrota para Michael Bisping, por decisão unânime dos juízes, no UFC Londres. A reclamação do brasileiro é maior pela joelhada voadora que aplicou no seu adversário, no terceiro round, que o derrubou, pouco antes de soar o gongo.

Através das redes sociais, o atleta manifestou novamente sua insatisfação por não ter sido declarado vitorioso do combate após este lance.

- Isso é um esporte né ? As pessoas queriam que eu tivesse assasinado o meu adversário - escreveu o ex-campeão dos médios do Ultimate.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos