Mesmo no banco, Dátolo garante: "me sinto em casa no Atlético-MG"

  • Bruno Cantini/Atlético MG

Desde a chegada de Diego Aguirre e as contratações de Juan Cazares e Robinho, o argentino Jesus Dátolo perdeu espaço entre os titulares do Atlético-MG. Apesar do cenário desfavorável, o meia-atacante que carrega a camisa 10 segue feliz na Cidade do Galo. Ele garante que, no clube mineiro, se sente em casa.

"O principal foi o Kalil, que me deu a chance de jogar no Atlético. Eu conversei com ele e não duvidei em momento nenhum. Foi uma decisão muito boa para mim. O pessoal do Atlético-MG me tratou muito bem e o torcedor também. Eu sinto como se fosse a minha casa. Estou muito feliz aqui", afirmou à ESPN Brasil, na tarde desta sexta-feira.

Mesmo que o Rei das Pedaladas tenha roubado a sua vaga na equipe, Dátolo não deixa de elogiá-lo. Questionado sobre o camisa 7 e o equatoriano Juan Cazares, o jogador enaltece a dupla.

"São dois grandes jogadores. O Robinho todo mundo conhece. Ele teve uma passagem pelo futebol chinês e, agora, está no Brasil, tentando ficar 100% para jogar todos os jogos. O Cazares é um grande jogador, todo mundo sabe, todo mundo viu, jogador de seleção. É um grupo forte e vai ser bom, porque vamos tentar brigar por tudo",  declarou.

Neste domingo (6), o Atlético recebe o Tombense no estádio Independência. Diego Aguirre ainda não sabe quem formará o setor de criação ao lado de Robinho e Luan. Clayton é o mais cotado. Entretanto, caso ele não seja regularizado, a posição ficará em aberto. Dátolo, Cazares e Hyuri brigam pela função.

"Vamos deixar para o treinador. Ele seguramente vai saber em qual posição vai nos colocar. A gente tem que estar preparado para qualquer problema".

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos