Após vitória no clássico, Dorival freia empolgação no Santos: 'Sou realista'

A vitória no clássico sobre o Corinthians deve ser muito comemorada no Santos, ainda mais por conta dos problemas internos que o clube enfrentou ao longo da semana passada. Entretanto, dentro de campo, o técnico Dorival Júnior faz questão de frear a empolgação por conta do triunfo.

Apesar da boa exibição e do domínio que teve sobre o Timão na maior parte do clássico, Dorival ainda vê sua equipe abaixo do ideal e não esconde que o objetivo é voltar a apresentar o futebol do segundo semestre do ano passado.

- Ainda não é a equipe que queremos ver. Sou realista. Equipe ganha corpo em alguns quesitos, principalmente o trabalho com bola. Não encontramos velocidade de contra-ataque. Fizemos jogada desse tipo, mas demais jogadas demoraram para sair. Espero que continuemos crescendo. Precisamos melhorar muito para alcançar o nível que apresentamos (em 2015). Precisamos melhorar compactação, marcação. Para, com posse de bola, jogar com as qualidades que possuímos - analisou. 

Para justificar que o time do Santos ainda precisa evoluir e corrigir alguns aspectos, o técnico usou alguns exemplos do que aconteceu diante do Corinthians, principalmente no segundo tempo, quando a equipe perdeu um pouco a intensidade.

- Corinthians trabalhou bolas na frente da nossa área. Marcação deixou de ser um pouco agressiva. Erramos no passe final. Demos campo para o Corinthians trabalhar. Corremos risco muito grande de ter Corinthians ampliando possibilidades de gol. Nada claro, mas bolas que pererecaram na nossa área desnecessariamente. Posicionamento foi falho em alguns instantes, o que é ruim para todas as equipes - explicou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos