Piffero questiona postura gremista: 'Querem criar um demônio'

A polêmica em torno da fratura na mandíbula de Bolaños continua em pauta na dupla Gre-Nal. Em entrevista nesta terça-feira, ao "Zero Hora", o presidente do Internacional, Vitorio Piffero, questionou a maneira como a diretoria do Grêmio vem dimensionando a cotovelada dada por William no clássico de domingo:

- Estão querendo criar um demônio, estão querendo criar uma criminalidade. Isso não existe no Internacional.

O dirigente ainda afirmou que o equatoriano teve bom rendimento mesmo depois de ter sofrido a cotovelada de William:

- Como pode um jogador cabecear, correr, marcar e ser o melhor em campo do Grêmio no primeiro tempo com a mandíbula daquele jeito? Após a falta que Daronco marcou a favor do Inter, não houve atendimento médico ou qualquer reclamação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos