Maxi diz por que escolheu o Santos e não crê em problemas por anonimato

Maxi Rolón foi contratado pelo Santos sem o técnico Dorival Júnior saber. Mas até agora, isso não é motivo de preocupação para nenhum dos dois. Na semana passada, o treinador foi enfático: 'Se o Rolón jogar bem, vai jogar!'. Já o próprio atacante argentino, em sua apresentação nesta quarta-feira, foi pelo mesmo caminho.

- Treinador não me conhecia, mas falei com ele, me viu nos treinos... Vou tratar de fazer as coisas bem para que ele me dê chances - disse o jovem de 21 anos, criado no Barcelona, da Espanha.

Segundo o próprio atacante, ao rescindir com o Barcelona B, porque queria jogar na primeira pisão, ele recebeu outras propostas, como a do San Lorenzo da Argentina. Mas a preferência pelo Santos foi o que prevaleceu por causa de um sonho de infância.

- Tinha a proposta do San Lorenzo e de outras equipes, mas saiu a do Santos e não pensei duas vezes. Não queria voltar à Argentina porque o futebol é diferente. Meu futebol é o do Brasil. E espero que eu vá bem.

- Era muito difícil jogar lá (no Barcelona). Tive essa proposta. Queria vir para o Santos desde pequeno - concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos